Dicas para preparar um material de boa qualidade.

Quando se pensa em divulgar ao mercado de trabalho a experiência acumulada, logo vem à mente o tão utilizado currículo. Porém, em alguns segmentos profissionais é necessário organizar essa experiência por meio de um compilado de itens e arquivos a que o recrutador poderá ter acesso.

O portfólio é um pacote de informações sobre seu trabalho. Pode ser impresso e arquivado em uma pasta, ser armazenado em pendrive, estar em uma página da web, plataformas online ou qualquer outro suporte.

O Em Foco traz dicas sobre como montar um portfólio de boa qualidade, além de torná-lo atrativo para os recrutadores. Confira:

Escolha o formato
Não existe um modelo de portfólio ideal; é necessário avaliar que modelo responde melhor às suas necessidades. Em primeiro lugar, identifique o que você quer mostrar e defina o formato de sua preferência:

  • Portfólio impresso: compilado dos melhores trabalhos, tem a vantagem de dar mais destaque às experiências, dando maior impressão de realidade. A desvantagem é que dificulta a análise da experiência pelo recrutador antes da entrevista.
  • Portfólio online: facilita o compartilhamento com qualquer pessoa. A vantagem é poder escolher entre variados meios e recursos (blog, página web, site de fotos, etc., incrementados com vídeos ou animações). A desvantagem é não poder apresentá-lo se você não tiver um dispositivo ou conexão com a internet.

O que incluir?
Se você tiver muita experiência, é difícil escolher entre tantas alternativas. Aqui, podemos fazer um paralelo com o tradicional currículo: crie um portfólio direcionado, ou seja, identifique os trabalhos que podem interessar a uma determinada empresa e faça um compilado coerente.

Mostrar diversidade é importante. Não é necessário inserir vários exemplos com as mesmas características . Mostre que você pode atender a múltiplas exigências. A exceção ocorre nos casos em que você seja especialista em um determinado campo de atuação e deva evidenciar isso.

Inclua informações quantitativas e certificados no seu portfólio. Incluir gráficos que demonstrem suas conquistas anteriores é bom: aumento das vendas, investimento em inovação, interações nas redes sociais, etc.

Como organizar os trabalhos?
Já sabe como vai organizar suas experiências? Essa parte varia muito de acordo com a sua profissão.

Ordem cronológica:
Ideal para mostrar a sua evolução profissional. Normalmente, os últimos trabalhos são mostrados primeiro e costumam ser melhores do que os do começo da carreira.

Categoria:
Se as suas experiências ficam mais organizadas por categorias específicas, organize dessa forma. Este modelo é ideal para quem trabalha com design e para os que desenvolveram sua trajetória em diferentes segmentos.

Temática:
Permite segmentar as habilidades de uma forma mais específica. Fotógrafos podem ter suas imagens bem organizadas desta forma; o modelo também serve a quem queira mostrar excelência em cada etapa de um mesmo processo.

Fechando a conta
Após montar seu portfólio, não se esqueça de revisá-lo. Coloque todos os seus dados para contato de forma clara e visível. Convém ainda fazer um pequeno resumo de suas habilidades e exibir no começo do documento.

O importante em um portfólio é a qualidade das informações, sua formação e suas experiências. A graduação é importante para o sucesso profissional, além de dar mais relevância a seu portfólio. O UniAnchieta está com inscrições abertas para o vestibular 2019. Acesse: https://www.anchieta.br/ e faça sua matrícula.

Esperamos que estas informações ajudem você a organizar um excelente modelo de apresentação dos seus melhores trabalhos!

botao-quero-fazer-minha-inscricao

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreve seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui